início do conteúdo

Implantação da Unidade Demonstrativa de Olericultura

Publicado em: Campus Alta Floresta / 17 de Novembro de 2017 às 08:58

 O IFMT - Campus Alta Floresta iniciou a implantação da Unidade Demonstrativa de Olericultura, pois a dificuldade na assimilação dos conteúdos didáticos ministrados pelos professores vem sendo um problema bastante debatido e preocupante, onde suas causas podem estar relacionadas ao histórico do aluno, complexidade da disciplina e aos métodos pedagógicos utilizados pelo docente, dessa forma, a horta torna-se um laboratório vivo da disciplina de Agricultura I (Olericultura), onde o docente pode demonstrar os conteúdos didáticos de forma prática e possibilitar um maior entendimento pelos discentes. Consequentemente, os alunos entenderão a forma complexa da produção das hortaliças, relacionando os saberes essenciais sobre os métodos de semeadura, propagação de plantas, planejamento, confecções de canteiros, construções de estruturas, implantação das culturas a campo, tratos culturais e fitossanitários e a colheita.

A área destinada às atividades de Olericultura foi implantada no segundo semestre de 2017, pelos discentes do 1° Ano do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Nível Médio, com auxílio da Professora Engenheira Agrônoma Soraia Olivastro Teixeira, Engenheiro Agrônomo Marcus Henrique Martins e Silva e o Zootecnista Fernando Luiz Silva.

A unidade foi composta por trinta e cinco canteiros com dimensões de 80, 100 e 120 cm de largura e comprimento de dez metros. As culturas implantadas foram: abóbora brasileirinha, abóbora cabotiá, abóbora goianinha, abóbora menina rajada, abóbora moranga de mesa, abobrinha de tronco, abobrinha redonda, abobrinha menina brasileira, alface, berinjela, beterraba, cenoura, couve-folha, jiló, temperos, melancia, melão, pepino aodai, pepino caipira, pepino conserva, pepino japonês, pimentas, pimentões, quiabos, repolhos, rúculas, tomate cereja, tomate coração, tomate híbrido, tomate pera, tomate preto, tomate rasteiro, tomate san marzano, tomate santa cruz e tomate tigre. A produção obtida das olerícolas foi consumida pelos próprios docentes e servidores do Instituto.

Além dos canteiros, a unidade demonstrativa apresenta um sistema de irrigação constituído por cinco mangueiras perfuradas e uma estufa para a propagação e condução inicial das plântulas e experimentos.

Para a professora Soraia Olivastro Teixeira, “a implantação da unidade oportunizou a construção de um espaço de produção, aprendizado e reflexão acerca dos temas relacionados à sustentabilidade, meio ambiente e alimentação saudável. Além disso, as atividades possibilitaram o conhecimento da produção de hortaliças, dos fatores e recursos ambientais envolvidos na produção vegetal, manejo cultural e fitossanitário das plantas e a importância do consumo destes produtos para uma alimentação saudável”.

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Alta Floresta

Rodovia MT 208, s/n - Lote 143-A, Caixa Postal 148 - CEP: 78580-000

Telefone: (66) 3512-7000

Alta Floresta/MT